29.11.16

Abrigos e barraca

Em um acampamento a localidade é fator importante, como em duas coisas; um local idealizado por você, ou simplesmente um programa de uma aventura ao ar livre.
Armar uma barraca à beira de um rio pode ser a melhor solução para você esquecer os ruídos da cidade e as preocupações do trabalho. Mas é preciso que você saiba algumas coisas fundamentais sobre acampamento, para que seu descanso não se torne um problema. Como armar a barraca, qual o melhor lugar para armá-la e como distribuir o material de camping (o mínimo que seja) ajudam você a ter um fim de semana mais tranquilo.
Se você escolher um lugar isolado no mato para armar sua barraca, é importante que você olhe bem o terreno. Ele precisa ser plano, pois em terreno inclinado, se chover, sua barraca ficará inundada. 
E após montar a barraca, abra canaletas em sua volta para a proteção de chuvas.

Evite também armá-la ao pé de elevações, mesmo pequenas, porque o risco é o mesmo. Não se deve também armar embaixo de árvores: a queda de um galho pode danificá-la e provocar algum acidente. Esses cuidados devem ser redobrados quando a região tem macacos (serra do Mar, por exemplo). Eles gostam de saltar das árvores sobre a lona macia do teto da barraca. Nunca se deve armar uma a barraca numa depressão, por mínima que seja, pois ali pode empoçar água. 
Saber qual a direção do vento é outro detalhe importante. Não arme o abrigo de frente para o vento, faça com que a porta da entrada da barraca fique sempre a favor do vento, nunca contra, nem em locais muito próximo ao mar, ou com a frente voltada para ele, pois com a chuva a maré sobe e pode invadi-la. E é bom resolver o local do acampamento com tempo suficiente para armar a barraca antes de escurecer. 

É importante ver a que distância ficará sua barraca de algum rio ou riacho. O abastecimento de água deverá ser feito com um galão maior ou menor, dependendo da distância da água. E procure levar um galão de plástico, mais leve e mais prático.

A barraca

Quem parte para acampar certamente está disposto a divertir-se em contato com a natureza, usando a imaginação para substituir o conforto de casa por soluções alternativas. Por isso, no entanto, é preciso não esquecer uma norma básica, considerada uma espécie de passaporte para a vida ao ar livre: o controle, a manutenção e reparação do principal material de camping - a barraca. Sem isso o passeio pode transformar-se numa desagradável dor de cabeça.

Modelos

Tipo Canadense  
A melhor barraca para o iniciante é a do tipo canadense, fácil de armar e mais resistente aos ventos. Há modelos com avancê e cozinha, mas você pode comprar cada unidade separadamente. No caso de família grande, pode-se comprar duas barracas dormitórios e armá-las uma de frente para outra unidas pelo avancê.
Obs:. Este modelo de barraca é difícil de ser encontrado "não sei por qual motivo", mas existe ainda em alguns sites. Na maioria são usadas, mas em bom estado.
A barraca deve ser, sem dúvida nenhuma de boa qualidade, não se impressione com preços, uma barraca muito barata certamente trará problemas mais tarde. Existe vários tipos de barracas nacionais deste tipo, de muito boa qualidade.
Particularmente usei muito a de 2 pessoas, que é excelente, mas existe de 4 e até uma pessoa!.

Confira aqui uma Campesca Canadense 5 pessoas, acesse aqui


Barracas tipo Canadense
courtney-clevland-clark-camping1

Tipo Estrutural

Para os que tem família muito grande ela é ótima, depois de armada, assemelha-se a uma casa.
Praticamente, toda a área coberta permite o campista ficar de pé, sem precisar curvar-se.
Pela quantidade de ferragens, a montagem da barraca estrutural é mais complexa e demorada que a do tipo canadense, e exige consultas constantes as instruções de montagem, além de bem mais pesada.
estrutural12

Hoje, esses tipo estrutural estão bem mais modernas - até 5/8 pessoas ou mais, com dois quartos e sala, levíssimas - e sem ferragens.

Uma com dois quartos separados por um corredor..

Existe barracas enormes, até 12 pessoas e para todo tipo de terreno, e de tempo..

Outra tipo bangalô, modelo antigo "Ferpi" 6 pessoas, antiguíssima.

Tipo Iglu

É uma das melhores barracas. Sua estrutura compõe-se de varetas finas de fibra de carbono, o que a torna levíssima e bem pequena. Para longas caminhadas é a perfeita. A sua montagem é fácil, mas requer pelo menos que seja feita por duas pessoas.
Pode ser feita por uma, mas será muito trabalhoso na hora de suspender as estruturas, mas algumas mais modernas dispensam de qualquer tipo de ajuda. Agora já existe este tipo de barraca para 3/2/1 pessoa.
A barraca Iglu - o nome já diz, parece uma casa de esquimó - é muito boa para pessoas jovens, mas tem o inconveniente de sua altura baixa, em comparação com a canadense, e para os idosos é muito cansativo entrar agachado e trocar de roupas no seu interior.

Qualquer equipamento do mais simples ao mais sofisticado, exige cuidados constantes para sua perfeita conservação, e negligenciá-los - seja durante o uso ou durante o tempo em que ele permanece guardado - pode resultar em danos irreparáveis. E já que prevenir é melhor do que remediar, o primeiro passo é conhecer a anatomia da barraca (montagem, pontos vulneráveis do material, etc.) Isso evitará não apenas o mau uso que se possa fazer dela, mas também ajudará a descobrir alguns cuidados que aumentam sua durabilidade. Hoje no mercado existe uma infinidade de modelos e tamanhos de barracas, incluindo personalizadas e materiais sofisticados.
- A duração da barraca depende de quanto e de como ela é usada.

Cuidados

Limpeza - A água, a umidade e a sujeira são responsáveis pelos maiores estragos feitos na barraca: o mofo e a perda da impermeabilidade. Nunca se deve, portanto, guardá-la molhada nem úmida. Se estiver chovendo, coloque-a no carro sem dobrar e deixe-a depois estendida em local ventilado até secar (mesmo que não haja sol).
Depois de seca, ela deve ser limpa cuidadosamente com uma escova de piaçaba.
Uma barraca que permanecer guardada durante muitos meses (mesmo seca e limpa) também corre o risco de embolorar. A ventilação periódica é essencial para a conservação do tecido. É recomendável, portanto, dobrá-la e deixá-la tomar ar pelo menos uma vez por mês.
Jamais coloque a barraca na máquina de lavar, nem utilize, para sua limpeza, sabão em pó ou detergente, pois esses produtos tiram a impermeabilidade da lona. O ideal é usar apenas um sabão de coco neutro (atenção para a marca do sabão de coco, pois alguns não são neutros).
Mofo - O mofo é um fungo que se forma com a umidade, causando danos irreparáveis ao tecido. Os pontos pretos transformam-se em furos e a lona apodrece completamente.
Apesar de existirem no mercado produtos antimofo à base de silicone, é garantido que eles só oferecem soluções provisórias.
O melhor, portanto, é evitar o mofo, mantendo a barraca sempre seca e arejada. Ao primeiro sinal de mofo, colocá-la ao sol e depois escovar bem o local. Há quem recomende lavá-la com uma escova banhada em água e hipocloreto de sódio (vinte partes de água quente e uma de hipocloreto), deixá-la secar e lavar novamente com água fria e abundante.
Vamos ver um modelo de barraca tipo estrutural antiga, apenas como exemplo. 
Ela precisa ser verificada com cuidado para se evitar que os pequenos defeitos acabem provocando a sua perda total. 
Principalmente antes de sair para um acampamento, convém verificar os seguintes pontos: 
os esticadores (1), os mastros e toda a estrutura metálica (2), a parte de plástico que mantém contato com o chão (3), as costuras e o fecho-éclair (4), a parte que forra o chão (5), as janelas (6) e o teto (7).
barraca-estrutural-450

Controle

Se sua barraca permaneceu guardada por muito tempo, é conveniente fazer uma verificação antes de usá-la novamente.
Antes de partir para as férias, escolha um dia de sol e arme-a completamente, como se fosse acampar no local. A primeira coisa a fazer é olhar o número e o estado de conservação dos vários elementos: sacos, ferragens, ligações, esticadores e espeques. Depois de montada, verifique o estado da lona e do tecido dos dormitórios (principalmente cantos e costuras), da tela protetora contra insetos e do plástico do chão. Dependendo do modelo, não esqueça de ver o estado das ferragens (pode haver alguma peça quebrada ou enferrujada).
Se esse controle for feito sistematicamente, independente de viagens, melhor ainda. É uma garantia de que você terá sua barraca sempre em ordem no momento em que precisar dela.

Adquira sua barraca

No mercado existe uma infinidade de barracas de camping; várias marcas, modelos e preços variados.
Escolha uma que te agrade.

Escolha o seu tipo, tamanho e modelo de barraca.

Ou escolha uma Mor Luna 4 pessoas, acesse aqui

Especialmente para você, escolhemos uma barraca que garantimos que vai agradar, e com preço bem acessível.
Barraca Pantanal Mor - para até 3 pessoas, camuflada, bem arejada, serve para qualquer ambiente, sacola e mosquiteiro.

Confira o preço dessa barraca, acesse aqui




Novidades no mercado

Barracas Specialist
Procurando uma barraca mais leve e portátil para você? As novas barracas Especialist poderia ser apenas o que está procurando.
Disponível em  modelos: uma pessoa (Solo) e duas pessoas (Duo), as tendas pesam apenas 625 gramas e 846 gramas, respectivamente. E, sim, os números incluem o abrigo, os postes, as estacas e mesmo o piso. No caso de você achar ainda que muito pesado, você pode deixar os postes incluídos em casa, uma vez que as barracas são projetados para trabalhar com postes de trekking regulares e âncoras naturais.

A Specialist Solo recebe uma entrada e uma área principal, enquanto a Specialist Duo recebe dois de cada. Fora isso, porém, elas são as mesmas em todos os outros aspectos. As portas são feitas com painel de malha ultra-fino, que deve manter os insetos longe, permitindo a ventilação máxima.
Cada barraca vem com um conjunto de 2 postes e 6 pinos, todos feitos de liga 7075 para maximizar a relação força-peso. Os abrigos impermeáveis ​​e respiráveis ​​são feitos de nylon Pertex Endurance 20D, com paredes de nylon 15D, vestíbulo e piso. Para garantir a sustentação dos elementos, eles são dobrados e costurados em todos os pontos.
Como você pode ver, as barracas Specialist embrulham em um pequeno pacote e, é apenas um pouco maior do que uma garrafa regular de água. Preço será de US $ 429 para a Solo e US $ 499 para a Duo, embora você não pode comprar até que elas saiam em março deste ano.


Abrigos

Ao procurar um local de abrigo, tenha em mente o tipo de abrigo (proteção) que você precisa. No entanto, você também deve considerar:
1 - Quanto tempo e esforço que você precisa para construir o abrigo.

2 - Se o abrigo irá adequadamente protegê-lo dos elementos (sol, vento, chuva, neve).
3 - Se você tem as ferramentas para construí-lo. Se não, você pode fazer ferramentas improvisadas!
4 - Se você tem o tipo e quantidade de materiais necessários para construí-lo.
Para responder a estas perguntas, você precisa saber como fazer vários tipos de abrigos e quais os materiais que você precisa para torná-los.
Os materiais e ferramentas necessários para se construir abrigos ou qualquer tipo de estrutura dentro do camping, você encontra em.. Como acampar 
Lona esticada
Leva apenas um curto período de tempo e o mínimo de equipamento para construir esta extensão. Você precisa de uma lona, 2 a 3 metros de corda para suspensão, três estacas de cerca de 30 centímetros de comprimento, e duas árvores ou dois pólos de 2 a 3 metros de distância. Antes de escolher as árvores que você vai usar ou localizar seus pólos, verifique a direção do vento. Certifique-se que a parte de trás da extensão estará contra o vento.
Para fazer a extensão: Amarre o topo da lona. Puxe e estire a corda, role o topo longitudinalmente, dobre em terços, e amarre com a corda.
Corte a corda ao meio. Por um lado longo da lona, ligue a metade da corda para o ilhós do canto da lona. Amarre as outras metade da lona nas duas árvores.
Espalhe a lona e estique no chão, colocando paus afiados através das pontas no chão.
Para proteção adicional contra vento e chuva, coloque alguns objetos, sua mochila ou outros equipamentos nas laterais da lona.
Para reduzir a perda de calor para o chão, coloque algum tipo de material, tais como folhas ou agulhas de pinheiro isolantes, dentro do seu abrigo.

Tenda de lona
Esta tenda proporciona uma silhueta baixa. Ela também protege-lo dos elementos em dois lados. Para fazer essa tenda, você precisa de uma lona, dois 1,5 a 2,5 metros cordas, seis paus afiados cerca de 30 centímetros de comprimento, e duas árvores de 2 a 3 metros de distância.
Amarre  a lona da mesma forma como a lona esticada.
Amarre a corda pelo meio da lona, ligando até as duas árvores.
Amarre as outras extremidades destes cabos na altura do chão, entre as duas árvores,estique e aperte a lona. Ponha os lados da lona apertada e fixe no chão fincando os paus afiados.
Siga o mesmo procedimento no outro lado.
Se você precisa de um suporte central, use os mesmos métodos como para a lona esticada.
Abrigo Rede
Também seguindo o mesmo procedimento da tenda de lona, porém leva mais três itens de apoio: uma rede, e duas varas. A rede se apoia como na foto, igual a corda mestre, e as duas varas ficam sobrepostas à rede, formando uma espécie de alpendre suspenso.
Abrigo único
Um abrigo de um homem só você pode facilmente fazer usando uma lona que requer uma árvore e três apoios. Um apoio deverá ser de cerca de 4,5 metros de comprimento e os outros dois cerca de 3 metros de comprimento. Fixe o apoio na árvore a cerca de altura da cintura.
Colocar os dois apoios no terreno em ambos os lados de e no mesmo sentido que o apoio maior.
Coloque a lona dobrada sobre o apoio maior para que a mesma quantidade de material paira sobre ambos os lados.
Use qualquer excesso de material para cobrir a entrada.
O pano da lona torna resistente ao vento e o abrigo é pequeno o suficiente para que ele seja facilmente aquecido. Uma vela, usado com cuidado, pode manter a temperatura no interior mais confortável. 
Alpendre
Se você estiver em uma área arborizada e tem materiais naturais suficientes, você pode fazer um alpendre, sem o auxílio de ferramentas ou apenas com uma faca. Leva mais tempo para fazer este tipo de abrigo do que para fazer outros tipos, mas irá protegê-lo contra os elementos.
Você vai precisar de duas árvores (ou postes verticais) cerca de 2 metros de distância; um apoio de cerca de 2 metros de comprimento e 2,5 centímetros de diâmetro; cinco a oito apoios cerca de 3 metros de comprimento e 2,5 centímetros de diâmetro para as vigas; cordas para garantir o apoio horizontal às árvores; e outros apoios, mudas, ou galhos para cruzarem as vigas.

Amarre o apoio de 2 metros nas duas árvores na cintura a altura do peito. Este é o suporte horizontal.
Coloque uma extremidade das vigas (apoios de 3 metros) de um lado do suporte horizontal. Tal como acontece com todos os abrigos, não se esqueça de colocar a parte traseira contra o vento.
Cruze as mudas e galhos nas vigas. Cubra a estrutura com folhas, agulhas de pinheiro, ou grama, começando pela parte inferior. Coloque palha, folhas, agulhas de pinheiro, ou erva dentro do abrigo para a cama. 
Cama para pântano
Em um pântano ou qualquer área com água parada ou continuamente molhada, a cama pântano mantém-se  fora da água. Ao selecionar um local, considere o tempo, vento, marés, e materiais disponíveis. Procure quatro árvores aglomeradas em um retângulo, ou corte quatro apoios (bambu é ideal) e finque firmemente no chão para que eles formem um retângulo. Eles devem ser longe o suficiente e forte o suficiente para suportar o seu peso e altura, para incluir equipamentos.
Corte dois apoios que abrangem a largura do retângulo. Eles, também, deve ser forte o suficiente para suportar o seu peso.

Assegure esses dois apoios nas árvores (ou postes). Certifique-se de que eles são altos o suficiente acima do solo ou da água para permitir altas marés. Corte apoios adicionais que abrangem o comprimento do retângulo. Cubra a parte superior do quadro da cama com folhas largas ou grama para formar uma superfície de dormir macia.
Abrigos naturais
Não se esqueça que formações naturais fornecem abrigo. Exemplos são cavernas, fendas rochosas, aglomerados de arbustos, pequenas depressões, pedras grandes em lados sotavento de colinas, árvores de grande porte com membros de baixo pendurados, e árvores caídas com ramos grossos. No entanto, ao selecionar uma formação natural, fique longe de terrenos baixos tais como ravinas, vales estreitos. Áreas baixas recolhem o ar pesado e frio à noite e são, portanto, mais frio do que o terreno elevado circundante, e também abriga mais insetos.
Verifique a existência de cobras venenosas, carrapatos, ácaros, escorpiões e formigas urticantes.
Procure por pedras soltas, membros mortos, coco, ou outros fatores de crescimento natural que poderão cair em seu abrigo.

Cabana de varas
Para o calor e facilidade de construção, este abrigo é um dos melhores. É essencial para a sobrevivência, construir este abrigo. Construa fazendo um tripé com duas estacas curtas e uma longa cumeeira ou colocando uma extremidade de uma viga-mestra longa no topo de uma base robusta.
Fixar a viga-mestra (apoio em todo o comprimento do abrigo) usando o método tripé ou ancorando-o a uma árvore a cerca de altura da cintura.
Ponha grandes varas ao longo de ambos os lados da viga-mestra para criar um efeito de nervuras em forma de cunha. Garanta se é grande o suficiente para acomodar seu corpo e íngreme o suficiente para deixar a umidade. Coloque varas finas e galhos transversalmente nas nervuras.

Estes formam uma treliça que fará que o material isolante (grama, agulhas de pinheiro, folhas) caia através das nervuras na área de dormir. Adicione grama seca, se possível detritos, macio sobre a nervura até que o material de isolamento seja de pelo menos 1 metro de espessura - quanto mais espessa é melhor.
Coloque uma camada de 30 centímetros de material isolante no interior do abrigo.
Abrigo de praia
Este abrigo protege do sol, vento, chuva e calor. É fácil de fazer uso de materiais naturais.
Encontre e recolha troncos ou outros materiais naturais para usar como vigas de suporte e como uma ferramenta de escavação. Escolha um local que está acima da marca d'água alta.
Raspe ou escavar uma trincheira de norte a sul para que ele recebe a menor quantidade de luz solar. Faça a trincheira longa e larga o suficiente para você deitar-se confortavelmente.
Faça três montes em cada lado da vala. 

Quanto mais alto os montes, mais espaço dentro do abrigo.
Ponha vigas de suporte (troncos ou outros materiais naturais) que abrangem a trincheira no topo do monte para formar a estrutura para um telhado.
Aumentar a entrada do abrigo cavando mais areia na frente dele.
Utilize materiais naturais, tais como capim ou folhas para formar um leito no interior do abrigo.

Abrigos no deserto
Em um ambiente árido, considere o tempo, esforço e material necessário para fazer um abrigo. Se você tiver material, como um poncho, lona, ​​ou um pára-quedas, use junto com tais características do terreno como afloramento de rocha, montes de areia, ou uma depressão entre dunas ou pedras para fazer o seu abrigo. Ancore uma extremidade de uma lona (tela, pára-quedas, ou outro material) na borda do afloramento usando pedras ou outros pesos.
Estenda e fixe a outra extremidade da lona assim que forneça a melhor sombra possível.
Construa um monte de areia ou usar o lado de uma duna de areia para um lado do abrigo.
Ancore uma extremidade do material em cima do montículo usando areia ou outros pesos.
Estenda e fixe a outra extremidade do material, de modo que proporciona a melhor sombra possível.
Um abrigo abaixo do solo pode reduzir o calor do meio-dia, tanto quanto 16 a 22 graus C.

Se necessário, cave uma trincheira de 45 a 60 centímetros de profundidade, longas e largas o suficiente para que você possa deitar-se confortavelmente.
Na extremidade aberta da trincheira, cave mais areia para que você possa entrar e sair de seu abrigo facilmente.
Cubra a vala com o seu material. Fixe o material do local usando areia, rochas ou outros pesos.
Se você tem material extra, você pode diminuir ainda mais a temperatura do meio-dia na trincheira, protegendo o material de 30 a 45 centímetros acima da outra tampa. Esta camada de material irá reduzir a temperatura dentro de 11 a 22 graus C.
Outro tipo de sombra abrigo abaixo do solo é de construção semelhante, exceto todos os lados estão abertos a correntes de ar e circulação. Para proteção máxima, você precisa de um mínimo de duas camadas de materiais de lona. O branco é a melhor cor para refletir o calor; a camada mais interna deveria ser de material mais escuro.



Nenhum comentário:

Postar um comentário